Polícia

Mandante de massacre em presídio da BA é morto durante ação policial

Na rebelião sete detentos morreram e cinco ficaram feridos.

Um traficante acusado de ser o mandante de rebelião que vitimou presos e familiares no presídio de Feira de Santana, em maio de 2015, foi morto durante uma operação da Polícia Civil, realizada nesta sexta-feira (27), em Abrantes, na Região Metropolitana de Salvador. Na ação, também foram apreendidos mais de 420 quilos de drogas.

De acordo com André Viana, coordenador de Operações Especiais (COE), a operação para prender Ronilson Oliveira de Jesus, o Rafael, 29 anos, já vinha sendo planejada desde o fim do ano passado. Na casa do suspeito, foram encontrados cadernos de anotações e inúmeras munições para fuzis 556 e 762 e 762 curta para metralhadora AK.

Em outra residência, estavam guardados 425 quilos de maconha e cinco quilos de cocaína, além de dois carros. Rafael era procurado por tráfico, homicídio e formação de quadrilha e suspeitos de roubos a bancos no interior da Bahia.

Segundo o portal A Tarde, a rebelião, que deixou sete detentos mortos e cinco gravemente feridos, foi ordenada por Rafael no presídio de Feira tinha o objetivo de matar o ex-comparsa e também traficante Haroldo de Jesus Brito. A Tarde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo