Entretenimento

Maitê Proença revive em Gabriela tragédia de sua vida real

Maitê Proença, atriz que viveu a personagem Sinhazinha na trama global Gabriela, é a capa da edição de setembro da Dia-a-Dia Revista, publicação mensal do Jornal Diário do Grande ABC. Para viver o papel da mulher que trai o marido e é assassinada, Sinhazinha pode ter sido o maior desafio da carreira de Maitê Proença, já que, por ironia do acaso, a obrigou a reviver na ficção um pouco da tragédia real vivida por seus progenitores. Desconfiado de que a mulher o traía com o professor de francês, o pai de Maitê matou a esposa a facadas. Na época, a atriz tinha 12 anos.

As coincidências entre Maitê e Sinhazinha, no entanto, param por aí. De submissa e recatada a atriz não tem nada. Corajosa, não vê problemas em se jogar nos relacionamentos, muito menos em terminá-los quando necessário. “Fui casada por 12 anos. Considero isso um êxito. Tive namoros bastante longos e mantive quase todas essas relações em um lugar amoroso.”

Ainda mantendo distância de sua personagem, Maitê não tem pudor em mostrar o corpo. Nos anos 1980, causou polêmica com as cenas sensuais de Dona Beija e seus famosos banhos de cachoeira em novela da extinta Rede Manchete. Também posou nua duas vezes para a Playboy e avisa para quem ainda tem esperanças: “Tá feito, não vai rolar de novo”. Quanto às polêmicas em que já foi envolvida por falar sem filtro, como ela mesmo diz, Maitê é taxativa: “Falo mais do que seria saudável. Fui criada com gente anglo-saxônica, que fala sem dar voltas. Meu pai também era muito cru. Deu no que deu. Mas um dia eu ainda aprendo a fechar o bico.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo