Esportes

Magrão dispara após suspensão de acordo com o Sport: “Usam a pandemia para fazer safadeza”

O ex-goleiro Magrão, jogador que mais vezes vestiu a camisa do Sport na história do clube não está nem um pouco satisfeito com as pessoas que estão à frente do Leão da Ilha atualmente. Em entrevista ao jornalista Jorge Nicola, através do YouTube, o arqueiro que passou 14 anos no time pernambucano disparou após o Sport conseguir suspender temporariamente, na Justiça do Trabalho, o acordo feito com ele por dívidas anteriores.

O motivo da revolta de Magrão é por conta de um acordo que o ex-goleiro fez com o Sport, onde o clube adiou quatro parcelas para 2023, sendo abril e junho por completo e metade de maio e julho. Mas dois dias antes de o Leão da Ilha pagar os 50% de maio, teve o pedido de suspensão.

“Está difícil para todo mundo e quando eles me procuraram para reduzir, eu falei: ‘Não tem problema, eu aceito’. Quando foi para receber agora um pedaço, eles entraram de novo, dizendo que não tem condições de pagar. Aí eu falei: ‘Pera aí’. Estou querendo ajudar, mas a gente vê que algumas pessoas usam a pandemia, as dificuldades, para fazer safadeza”, disparou Magrão, que também afirmou que o acordo foi densorado.

“A gente vê um pouco de mal caráter da parte das pessoas que estão tomando a frente dessa situação em relação ao Sport. Porque havia um acordo, onde eu aceitei a situação, entendi o problema do clube, mas agora que é para pagar o acordo que tinha feito, eles começam a falar que não tem condições. Então é complicado. Foi feito um acordo e esse acordo foi desonrado. Vamos ver se a gente entra em um acordo pelo menos um pouco amigável”, disse.

Galaticosonline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar