GeralSaúde

Mães estressadas podem gerar filhos intolerantes

GRÁVIDA - TRABALHOUm estudo divulgado pela revista Translational Psychiatry revelou que o estresse da mãe grávida atinge o bebê em seu útero. E que esse estresse atinge a criança ao longo da vida. Os bebês que recebem da mãe esse sinais, são menos tolerantes e sensíveis ao estresse, concluíram os cientistas. Para os estudiosos, o que ocorre é uma alteração biológica em um receptor de hormônios associados ao estresse em fetos cujas mães sofreram tensão intensa. Os envolvidos no estudo não descartam também a possibilidade dessas crianças virem a desenvolver doenças mentais no futuro. Eles chegaram a essa conclusão depois de analisarem os genes das mães e dos filhos adolescentes. Alguns desses jovens apresentavam alterações em um gene, o receptor de glucocorticoide, que regula a resposta hormonal do organismo ao estresse. Essa alteração é provocada pelo estado emocional ruim da mãe durante a gravidez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo