Cotidiano

Mãe doa filho ilegalmente e se arrepende

Uma mulher que engravidou após um estupro entregou o filho para adoção, mas se arrependeu. A mãe de 32 anos, moradora de Itaquaquecetuba, em São Paulo, pediu ajuda ao delegado Denis Miragaia para reaver o bebê, que teria entregue a um casal da região logo após o nascimento, em dezembro passado.

Segundo a mulher, o casal teria se comprometido a pagar uma quantia pelo bebê, e permitiria que ela o amamentasse e visitasse.
À polícia, a mãe informou que o acordo não foi cumprido. Como a “adoção” foi feita sem nenhum trâmite judicial e de maneira ilegal, a polícia localizou o recém-nascido que, segundo o G1, está sob cuidados do Conselho Tutelar.

 

A mulher a quem o bebê foi entregue mora no município de Artur Alvim e compareceu à delegacia espontâneamente. Ela nega ter pago qualquer valor pela criança. Em depoimento, declarou que dinheiro que dava à mãe biológica, quando ela ainda estava grávida, era para ajudá-la. Disse ainda que perdeu um bebê e estava em depressão.

Os três envolvidos responderão pelo crime “entrega de filho a terceiro mediante recompensa”, com pena prevista de até quatro anos, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Noticias ao Minuto

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios