Cotidiano

Lula não pretende presidir o PT e recusa indicações

lula-pt-eventoO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já é réu em três processos e também está envolvido em outras quatro investigações. No entanto, o colunista Josias de Souza, do UOL, destaca que o petista continua sendo assediado por correligionários para que assuma o comando do PT.

Diante das ofertas, Lula tem se recusado a ouvir as sugestões e argumenta dois motiviso para não assumir a presidência da legenda. Segundo o colunista, o ex-presidente acredita que o PT precisa de “renovação” e alega que sua presença na direção do partido interessa mais aos adversários.

Lula teria dito ainda que seus rivais passariam a perseguir o objetivo de “matar dois coelhos de uma só cajadada”.

O petista avalia que delegados federais, procuradores da República, auditores do fisco e magistrados uniram-se aos “golpistas” e à mídia monopolizada para tirá-lo do cenário de 2018. “E as pancadas desferidas contra ele passariam a doer automaticamente no partido”, escreve o colunista.

A sucessão interna do PT foi transferida do final para o início de 2017. E, embora Lula defenda que é preciso “renovação”, os nomes cogitados são de figuras antigas já como o ex-ministro Jaques Wagner (BA), os senadores Lindbergh Farias (RJ) e Humberto Costa (PE).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo