Política

Lula diz que é perseguido politicamente: ‘Daqui a pouco, estou que nem um pokémon’

LULA - DISCURSO - PAULISTAO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou na noite desta segunda-feira (15), durante um evento pelos dez anos da Lei Maria da Penha, em Santo André (SP), que há uma tentativa de impedir que ele se candidate à Presidência da República em 2018. “Eles que se preparem, que alimentem o ódio.

Quanto mais ódio alimentarem, mais eu vou crescer. Daqui a pouco estou que nem um pokémon”, disse Lula em referência aos monstrinhos do desenho homônimo, que ganham força e crescem.

O petista disse ainda que o partido, em 2018, vai “voltar a governar esse país”. “O objetivo deles é criar qualquer impedimento legal para não deixar que o PT volte a governar este país. Quando falo PT, é não deixar o Lula voltar a governar o país”, alfinetou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo