Cidades

Lobista investigado na Lava Jato pagou parte de imóvel de José Dirceu

JOSE DIRCEU - PREOCUPADOParte de um imóvel adquirido por José Dirceu, em 2012, foi pago por um lobista investigado na Operação Lava Jato. Milton Pascowitch é investigado por suposto repasse de propina ao ex-ministro da Casa Civil.

De acordo com a Folha, a Jamp Engenharia, empresa do consultor, repassou R$ 400 mil aos vendedores da casa que Dirceu usava como escritório de sua empresa de consultoria, a JD, na Avenia República do Líbano, em São Paulo.

A informação foi prestada pela assessoria de Dirceu à publicação. Segundo a assessoria do ex-ministro, a empresa dele e a JAMP assinaram um contrato pela qual a JD prestaria serviços de consultoria à firma Pascowitch em atividades de prospecção de negócio em favor da construtora Engevix no exterior. Pascowitch é apontado pelos investigadores da Lava Jato como operador da Engevix em contratos da Petrobras e suspeito de repassar propina na diretoria de Serviços, que Renato Duque ocupou entre 2003 e 2012 na estatal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo