Cidades

‘Lista de Janot’ chega ao gabinete de Edson Fachin

Os 83 pedidos de abertura de inquéritos contra políticos suspeitos de participação em esquemas de corrupção chegaram ao gabinete do relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, ministro Edson Fachin, nesta terça-feira (21). Eles foram enviados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na última terça-feira (14).

Os documentos são resultantes das delações premiadas de ex-executivos da Odebrecht. Segundo informações do portal G1, antes, a documentação precisou passar por um processo de protocolo por parte de servidores da Secretaria Judiciária do STF.

 

Enquanto o processo de protocolo estava em andamento, os documentos permaneceram depositados em uma sala-cofre montada no terceiro andar do prédio principal da Suprema Corte.

Agora, Fachin inicia a análise dos documentos e, segundo informações de bastidores, ele já teria dito que fará isso sem pressa. Não há prazo estipulado para o ministro decidir se autoriza a abertura dos inquéritos ou mesmo para analisar se derruba o sigilo do material, como solicitou a Procuradoria-Geral da República.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo