Cidades

Líder da oposição da Malásia é condenado por sodomia

ANWAR IBRAHIMO líder da oposição do governo da Malásia, Anwar Ibrahim, foi condenado pela Suprema Corte da Malásia por sodomia pela segunda vez. O tribunal anunciou nesta terça-feira (10) que Ibrahim cumprirá pena de cinco anos de prisão sob alegação de ter tido relações sexuais com o assessor. O líder da oposição justifica ser perseguido pelo governo que, segundo ele, condenou-o em uma tentativa de acabar com sua carreira política. Ele é o principal inimigo do partido do primeiro-ministro Najib Razak. A primeira vez em que Ibrahim foi condenado também por sodomia foi em 1990, depois de passar a ocupar o cargo de vice-premier da Malásia. Ele foi absolvido em 2012 pela Suprema Corte, mas a absolvição foi anulada em março do ano passado. Já o caso julgado nesta terça-feira (10) ocorreu em 2008, momento em que a oposição conseguiu um sucesso histórico nas eleições legislativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo