Entretenimento

‘Lesões tomaram mais de 50% da minha pele’, diz Kelly Key sobre doença autoimune

Diagnosticada com pesioríse, a cantora Kelly Key contou em entrevista para o jornal O Globo que a doença a deixou  com lesões em mais da metade da pele em todo o corpo, em dezembro do ano passado.

“Durante a minha primeira temporada em Portugal, apareceram as primeiras lesões na pele, que ficaram mais intensas depois que tive Covid-19. […] Com o resultado nas mãos, começamos a tratar a psoríase, uma doença autoimune. Mas sem muito sucesso. Há alguns meses voltei para o Brasil com a família e procurei minha dermatologista. Manipulamos um tratamento, mas não deu muito resultado”, continuou.

Kelly Key conta que ainda tem manchas esbranquiçadas na pele, e que ainda precisa tomar imunossupessor por um tempo. 

“Minha médica entrou com um imunossupressor. As lesões tomaram mais de 50% da minha pele, pernas, costas, cotovelo. A crise foi bem séria. O remédio me salvou e hoje as lesões estão cicatrizadas”, garantiu.

Bahianoticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo