Cotidiano

Leão diz que Bolsonaro no PP é ‘conversa fiada’ e reforça aliança com PT e PSD para 2022

O vice-governador da Bahia e presidente estadual do PP, João Leão, refutou em entrevista nesta quarta-feira (14) a possibilidade de Jair Bolsonaro (sem partido) se filiar ao Progressistas.

O cenário foi levantado pelo filho do presidente, senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ). Segundo o senador, entre as opções, seu pai avalia migrar para um partido maior, “como PP, PL e Republicanos”. Bolsonaro já foi filiado ao PP de 2005 a 2016, quando ocupava uma cadeira na Câmara dos Deputados.

De acordo Leão, que também é vice-presidente nacional do Progressistas, “não está existindo” negociação entre Bolsonaro e a legenda.

“Isso é conversa fiada. Ainda hoje conversei com o presidente do partido, Ciro Nogueira, que me disse que não tem nada certo […] Me disse Ciro que não tem nenhuma conversa. Pra isso, nós temos que fazer uma reunião da executiva do partido e eu sou vice-presidente nacional. E não fui comunicado de absolutamente nada”, declarou.

“Não existe nenhuma conversa sobre isso dentro do partido […] Até agora ninguém se reuniu pra tratar disso. Todas as decisões do partido são feitas de maneira conjunta. O partido é um partido democrata, que ouve todos os companheiros antes de tomar uma decisão como essa. Até agora não houve absolutamente nenhuma comunicação, absolutamente nada”, enfatizou o vice-governador.

Questionado sobre como ficaria a situação do PP na Bahia com uma eventual filiação do presidente da República, já que o partido comanda boa parte das prefeituras no estado e é um forte aliado do governador Rui Costa (PT), Leão respondeu que “não trabalha com cenário hipotético. Cenário hipotético é hipotético”.

Segundo o vice-governador, seu desejo é manter a aliança no estado. “Eu só tenho um caminho aqui. Meu caminho é ao lado do PT na Bahia, do PSD e dos companheiros meus que eu estou há 14 anos junto […] Pelo menos é assim que eu estou querendo”, pontuou.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo