Cotidiano

Lava Jato prende fundador da Qualicorp acusado integrar esquema de caixa 2 em campanha de Serra

Mais uma fase da Operação Lava Jato foi deflagrada nesta terça-feira (21), desta vez para apurar o pagamento de R$ 5 milhões em doações não contabilizadas em benefício à campanha de José Serra para o Senado, em 2014.

O fundador da Qualicorp, José Seripieri Júnior, está entre os presos, acusado de integrar o esquema de caixa 2 em benefício ao tucano. São cumpridos também outros três mandados de prisão temporária, além de 15 de busca e apreensão em São Paulo, Brasília, Itatiba e Itu.

As investigações se restringem a fatos de 2014, quando Serra ainda não tinha se elegido senador. Com as suspeitas de caixa 2, a Justiça Eleitoral determinou o bloqueio judicial de contas bancárias dos acusados.

No início deste mês, a força-tarefa da Lava-Jato em São Paulo acusou formalmente Serra e a filha, Verônica, de lavagem de dinheiro, com denúncia apresentada à Justiça contra eles.

Ao mesmo tempo, a Polícia Federal deflagrou operações de busca e apreensão em endereços relacionados ao ex-governador de São Paulo, inclusive na casa do tucano. Em nota divulgada na época, o senador disse que a operação causou “estranheza e indignação”.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo