Política

Kertész critica ACM Neto e defende diálogo para resolver impasses jurídicos

O candidato Mário Kertész, da coligação “Salvador Tem Jeito (PMDB/ PSC)”, afirmou nesta quinta-feira (6), em entrevista uma rádio local, que diálogo e gestão vão conseguir destravar os problemas judiciais existentes na cidade. “Tem que parar de tratar Salvador como se fosse uma quitanda. O Poder Executivo tem que sentar e conversar com o Judiciário, MP [Ministério Público] e resolver o que é do interesse da cidade. Eu acredito no poder do prefeito, que tem que ser exercido”, afirmou. Na entrevista, o peemedebista ironizou o adversário ACM Neto (DEM), que critica Nelson Pelegrino (PT) pelos 15 partidos aliados, mas esconde que também vai fatiar a prefeitura. “ACM Neto nega, mas vai ter que retribuir o apoio dos cinco partidos, loteando a prefeitura”, apostou. Kertész frisou as consequências do loteamento. “A falta de gerência, aliada ao uso político da prefeitura, deixam a cidade do jeito que ela está. Tem que colocar técnicos, e não a esposa, concunhado e políticos. Como acontece e como eles farão”, resumiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo