Slide

Kassab diz que apoiaria Dilma se eleição fosse hoje

Mesmo em campanha para tentar eleger José Serra (PSDB), seu candidato à sucessão em São Paulo, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) não esconde sua inclinação em apoiar o governo da presidente Dilma Rousseff após as eleições municipais. “Não tenho constrangimento em afirmar que se as eleições fossem hoje, eu me sentiria muito confortável em apoiar a reeleição da presidenta Dilma”, disse, em entrevista à Folha. Kassab também disse que, para evitar o apoio de seu partido a um candidato do senador tucano Aécio Neves, provável adversário de Dilma em 2014, bancou uma intervenção e rompeu com o PSDB em Belo Horizonte. Já sobre o seu futuro na política, o fundador do PSD não deu detalhes. “Não faço política com ansiedade. Vou continuar na vida pública e não tenho preocupação sobre a posição que vou atuar. Tenho convicção que não se deve pensar em 2014 sem esperar 2012”, justificou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo