Cidades

Justiça não consegue intimar ex-ministro para depor por causa de endereço errado

PAULO BERNARDOO oficial de Justiça João Augusto Sapia, designado pelo juiz Sergio Moro para intimar o ex-ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, não conseguiu encontrar o ex-auxiliar da presidente Dilma Rousseff. Bernardo foi arrolado testemunha de defesa do presidente da UTC Engenharia, Ricardo Pessoa, preso durante investigações da Operação Lava Jato. De acordo com a Veja, no endereço informado pelo próprio empreiteiro, o zelador do prédio disse que o petista não morava mais lá. A defesa agora deve apontar o endereço correto para que Paulo Bernardo possa ser ouvido como testemunha. O depoimento do ex-ministro está agendado para o dia 5 de março, às 11 horas da manhã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo