Cidades

Justiça liberta ex-governador Agnelo Queiroz de prisão temporária

O desembargador federal Néviton Guedes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, mandou soltar nesta quarta-feira o ex-governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz (PT), que estava em prisão temporária. Agnelo, o ex-assessor do presidente Michel Temer (PMDB), Tadeu Fillipelli, e o também o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR) foram presos na Operação Panathenaico – inquérito sobre desvios de quase 1 bilhão de reais nas obras do Estádio Mané Garrincha, em Brasília, para a Copa 2014.

Segundo o advogado de Agnelo, Paulo Guimarães, o ex-governador já deixou a carceragem da Polícia Federal e está em casa. Ele deve se pronunciar sobre o caso ainda nesta quarta-feira. Guimarães confirmou que a decisão beneficiou também o empresário Fernando Queiroz, proprietário da Via Engenharia, e Nilson Martoreli, ex-presidente da Novacap, estatal de obras do DF.

Veja.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar