JiquiriçáJustiçaPolícia

Justiça decreta prisão preventiva de mulher que tentou matar o marido em Jiquiriçá

Vítima tomou substância e acabou dormindo, ao acordar percebeu ferimentos e hematomas.

A justiça decretou nesta segunda-feira (13), a prisão preventiva de Leidinalva de Jesus, por suspeita de ter atentado contra a vida de Jurandi Santana de Oliveira, em 27, de julho, de 2021, na localidade da Serraria Dois, zona rural de Jiquiriçá.

O pedido de prisão foi feito pela delegacia territorial, na responsabilidade de Dr.ª Ívia Vidal e teve parecer favorável do Ministério Público.

Em depoimento, Jurandi relatou ter tomado uma bebida com um pedaço de pão, e em seguida ficou sonolento e dormiu.

Ao acordar, ele percebeu que havia sofrido uma tentativa de homicídio, apresentando diversos hematomas e ferimentos pelo corpo.

Jurandi no hospital em Salvador, tratando as lesões. Foto: reprodução.

Na decisão, o juiz Rodrigo Alexandre Rizzato, traz a informação de que o irmão da investigada confirmou que ao voltar do trabalho, Leidinalva teria lhe chamado para ir até a casa de seu companheiro para verificar se ele estava morto, pois tinha feito uma mer**.

A investigada pediu para ser levada com os filhos até a sede do município, de onde pegaria transporte para Feira de Santana e não mais foi vista.

Ainda na decisão Rizzato argumentou que há indícios suficientes da autoria conforme depoimentos e provas de materialidade delitiva.

Após o crime a vítima precisou ser transferida para um hospital da capital, onde realizou o tratamento dos traumas na face.

Existe a suspeita que Leidinalva esteja no estado do Espírito Santo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo