Geral

Juiz rejeita denúncia contra fazendeiro acusado de trabalho escravo

IMAGEM_NOTICIA_5No primeiro dia da Internacional Marítima como gestora emergencial do sistema de ferry-boat, uma das cinco embarcações foi retirada ontem da travessia, das 10h às 18h. Segundo o diretor-presidente da empresa maranhense, Luiz Carlos Cantanhede, devido ao pequeno fluxo de pessoas, o Anna Nery foi retirado para reparos.

“Paramos o Anna Nery para realizar a troca de dois geradores. Não tivemos fila”, disse Cantanhede. As outras embarcações fizeram a travessia de hora em hora, segundo boletim divulgado pela empresa.

Ainda ontem, um atraso foi registrado na saída do Rio Paraguaçu do terminal de Bom Despacho. Prevista para sair às 13h, a embarcação só deixou o local 30 minutos depois.

Cantanhede informou que o atraso ocorreu devido a um falha. Sem especificar que falha foi esta, ele disse que já pediu mais atenção para o cumprimento dos horários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo