Notícias

Juiz decidirá se Elize Matsunaga vai a júri

Começou na manhã desta segunda-feira (12) a audiência no fórum criminal da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, que julga a viúva do empresário Marcos Matsunagae e sua assassina confessa, Elize Matsunaga. O juiz Adilson Paukoski Simoni deve ouvir cinco testemunhas para determinar se a ré vai para júri popular. A audiência deveria ouvir seis pessoas, mas Nathália Vila Real Lima, a suposta amante do empresário e que teria motivado o crime, não foi localizada. A sessão começou com o depoimento de Walter Sérgio de Abreu, delegado da Polícia Civil responsável pelas investigações. O depoimento dele durou cerca de 20 minutos e foi assistido por Elize. O policial e Cecília Yone Nishioka estão arrolados como testemunhas de acusação. Pela defesa, irá falar a babá do filho de Elize e Matsunaga, Mauriceia José Gonçalves dos Santos. Nathália também deveria falar em defesa da viúva, mas faltou. A data do novo depoimento dela não foi determinada. Também vão depor duas testemunhas comuns, convocadas tanto por defesa quanto pela acusação, que são dois peritos que inspecionaram o local do crime e o corpo de Marcos, Jorge Pereira de Oliveira e Ricardo Salada. Com informações do Terra.
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar