Geral

Joseph Blatter nega corrupção e afirma: 'Eu acredito que vou para o céu'

JOSEPH BLATER - SORRINDOEm meio à crise que envolve a Federação Internacional de Futebol (Fifa), o presidente da entidade, Joseph Blatter, voltou a afirmar que não tem ligação com os casos de corrupção que culminaram na prisão de alguns dirigentes da entidade e acrescentou que imagina que irá para o céu.
“A minha fé me deu força durante a última semana. Eu sou uma pessoa religiosa e rezo também. Eu possuo um crucifixo dourado abençoada pelo Papa Francisco. Eu acredito que vou para o céu um dia, mas também acho que não há inferno. Eu discordo do Papa nesse ponto”, afirmou, em entrevista à revista alemã “Bunte”.
Mesmo convocando novas eleições presidenciais para a Fifa, o suíço garantiu que está tranquilo.
“Eu tenho a consciência limpa. Se alguém me acusar de ser corrupto, vou perguntá-lo o significado dessa palavra. Quem me chamar de corrupto terá que provar isso, mas ninguém pode fazer isso porque não sou corrupto”, acrescentou o mandatário, que alegou razões pessoais para não comparecer ao jogo final da Copa do Mundo feminina no próximo domingo (5).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo