Cotidiano

José Trindade diz que Neto não se preocupa com o povo, tem foco apenas nas zonas nobres

O vereador José Trindade (PSL), declarou que o prefeito de Salvador, ACM Neto, não se preocupa com o povo e tem foco apenas nas zonas nobres da cidade. José está em seu segundo mandato pela Câmara de Vereadores de Salvador, e vem de uma família que tem trajetória política no estado, a exemplo do seu irmão, o também vereador Maurício Trindade (DEM).

 

“Você tem um orçamento municipal, e em uma cidade como Salvador que tem 82% é formado por negros, você só destina para essas pessoas cerca de R$5 milhões, enquanto que o orçamento do Gabinete da Prefeitura é de R$74 milhões, então você vê a disparidade. Não é uma administração que tem o foco em atender as pessoas negras da cidade, que é a população em geral. Você vê em pequenos exemplos. A Prefeitura inaugura um campo no Rio Vermelho, o campo é de grama sintética , enquanto na Mata Escura é no barro. Por que essa diferença?”, questiona o vereador.

Ele diz ainda aqui: “no começo da gestão, o então secretário de esportes municipal declarou que todos os ônibus em Salvador iriam ter ar condicionado. Salvador tem mais ou menos 2.600 ônibus rodando, e, dessa quantidade 50 ônibus, cerca de 1,5%, têm ar condicionado. Mas você não vê ônibus de ar condicionado rodando em Tancredo Neves, Subúrbio e Cajazeiras, por exemplo, então ele tem foco nas zonas nobres da cidade, isso é muito claro. Não que eu ache que não deva fazer nas zonas nobres, mas você tem que ter um equilíbrio. Gastar naquela orla de São Tomé de Paripe R$2 milhões, enquanto na Barra e Rio Vermelho foram investidos R$ 120 milhões. É muita incoerência”, disse Trindade.

Ao ser questionado sobre a situação da falta de vagas nas escolas municipais José disse que o prefeito ACM Neto não tem nenhuma preocupação com a educação de Salvador. “Todo ensino hoje tem em torno de 2.700 salas de aula e que geram um custo ao estado de R$80 a R$100 milhões. Esses estudantes deveriam ser contemplados pela prefeitura e como isso não está acontecendo o estado acaba absorvendo esses alunos. Rui tem deixado muito claro que a construção das creches é de competência da prefeitura, ele pode até doar o terreno, mas a administração de creches é responsabilidade da Prefeitura. ACM não se interessa em atender as pessoas, em cuidar das pessoas”.

O vereador aproveitou também para criticar a quantidade de empréstimos que a Prefeitura tem realizado com o apoio da sua bancada partidária na Câmara. “A maioria dos projetos do prefeito ACM Neto, são projetos que você vê que são eleitoreiros, nós temos notado aqui ultimamente projetos de empréstimos, muitas vezes sem especificar exatamente onde será aplicado o dinheiro e se cria um super endividamento das contas da prefeitura. Todos os empréstimos somados já chegam a mais de R$3 bilhões e nossa preocupação é quem vai pagar essa conta? Quando o próximo gestor chegar vai estar essa conta lá para pagar”, pontuou.

Ele ainda diz que: “Nas escolas municipais pelo terceiro ano consecutivo não tem fardamentos, a merenda é de péssima qualidade. O transporte público é caótico em Salvador, então você não vê onde está esse dinheiro”, lamenta.

Ainda sobre os empréstimos adquiridos pela Prefeitura , Trindade destacou o último que para ele não tem um foco direcionado. “O último empréstimo aprovado foi de R$60 milhões de dólares, o que equivale a mais de R$200 milhões. Foi aprovado porque a bancada do governo é majoritária. E só para se ter uma idéia falava sobre requalificação viária, saneamento básico, sobre UTI e sobre museu, então quer dizer é uma salada de frutas”, criticou.

Além desse empréstimo o vereador citou outro caso confuso no seu ponto de vista: “Na semana passada foi aprovado um projeto pedindo emprestado R$75 milhões, desses 75, 63 era para o hospital municipal. Só que o ex-governador Paulo Souto, que é o atual secretário da Fazenda tinha colocado que desses R$63 milhões só iria precisar de 13 para concluir a obra ai eu pergunto e o restante ficaria onde? Já que o orçamento para fazer o hospital era de 78 milhões. Já tinha garantido R$66 milhões, faltava R$12/13 milhões e se tomou R$63 milhões emprestado?”, questionou.

José declarou durante a entrevista que segue um grupo político que é comandado por Rui Costa e dentro desse grupo o governador, no momento que achar oportuno vai mexer nessas peças. “Sou um soldado do projeto do governador Rui Costa, então aguardarei um momento oportuno, poderei sair candidato a deputado ou não a depender como ele ache que essa composição político partidária seja interessante”.

Ele aproveitou para dizer que Rui Costa não tem o que se preocupar nas eleições 2018: “O governador tem trabalhado, tem focado um trabalho sério em toda Bahia, não só em Salvador e o governador não tem que se preocupar com quem será o adversário dele em 2018. Então, quem trabalha como ele trabalha não tem que estar preocupado com os adversários, nem em 2018, nem em momento algum”.

Para encerrar Trindade disse que por mais que Neto tente disvincular sua imagem da imagem de Geddel Vieira Lima e do presidente Temer será muito difícil. “Vai ser difícil ele desvincular a imagem dele a de Temer e Geddel, primeiro porque Geddel é participante efetivo na administração do prefeito, com indicação em postos importantes na administração pública municipal e existem vários vídeos do prefeito dizendo da importância de Geddel na administração pública de Salvador, e Temer idem, o próprio grupo político ao qual pertence ACM Neto ajudou a derrubar a presidente Dilma que foi eleita democraticamente. São situações, que está todo mundo no mesmo balaio, não tem como sair”, concluiu.

Varelanoticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo