BrasilCidadesGeral

Jornalista branco processa ativista negra por injúria racial e calúnia por fake news

O jornalista Fabiano de Abreu, branco, está processando uma ativista negra e outras cinco pessoas sob acusação de injúria racial e calúnia.

A motivação ocorre devido a uma publicação compartilhada nas redes sociais, que, segundo ele, passa notícias falsas a seu respeito.

Abreu diz que uma foto sua foi publicada por um usuário angolano dizendo que Rodrigues vendeu-lhe maconha estragada na tentativa de matá-lo. “Não confie no branco… No de branco quis dizer…”, comentou uma mulher, a qual ele está processando.

O jornalista nega ser traficante de drogas, alega ainda que a repercussão da publicação prejudica o seu trabalho para pedir indenização de R$ 500 mil.

A foto compartilhada, segundo ele, é de 2015, e, nela, ele está acompanhado de empresários do meio musical de Angola.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo