GeralPolítica

Jonas Paulo diz que sucessão na Bahia vem antes de uma reeleição de Dilma

JONAS PAULO - PTDefendida no plano nacional como prioridade zero, a cessão de espaço para aliados na sucessão do governador Jaques Wagner na Bahia para a construção da reeleição da presidente Dilma Rousseff não encontra espaço na atual conjuntura política do PT no Nordeste. A avaliação é do presidente estadual do partido, Jonas Paulo, que coordena o grupo de presidentes estaduais da região no diretório nacional da sigla. “A reeleição da presidente Dilma é uma prioridade nacional. Agora a Bahia tem a prioridade absoluta que é a candidatura do PT ao governo do estado”, apontou Jonas Paulo. Nos últimos dias, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente nacional do PT, Rui Falcão, reafirmaram o compromisso do PT com a manutenção de Dilma no Palácio do Planalto, mesmo que, em alguns estados, seja necessário compor com outras legendas da sigla aliada, passando a ocupar vagas secundárias, como a vice-governadoria ou o Senado – com exceção de alguns estados em que as candidaturas de petistas são consideradas consolidadas, como no Paraná, com a ministra Gleisi Hoffmann e no Rio de Janeiro, com o senador Lindbergh Farias. Em outros estados, entretanto, o PT avalia a composição das chapas, como no caso do Ceará e de Sergipe – a expectativa é que o PT mantenha ao menos um estado sob seu comando na região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo