JiquiriçáSlide

Jiquiriçá: delegada de Ubaíra fala sobre a morte de Carlinhos

A delegada de Ubaíra, Dr.ª Ívia Vidal cedeu entrevista nesta quarta-feira (4), para o repórter Lucas Alves da Rádio Interativa para falar sobre a morte do  jiquiriçaense Antônio Carlos Ramos de Almeida, conhecido como Carlinhos.

Carlinhos desapareceu em 1º de novembro, quando familiares o avistaram pela última vez.

A delegada foi questionada sobre a confirmação de suicídio e das acusações feitas a um vereador do município de Jiquiriçá, apontando numa carta como autor do desaparecimento: “o vereador e as outras pessoas citadas nessa carta anônima, comparecem na delegacia, para registrar a ocorrência, existe um procedimento em andamento com o objetivo de identificar a autoria, eles também contrataram um advogado, para acompanha a situação, por se tratar de um crime de ação privada, mas, as investigações estão ocorrendo com o objetivo de identificar a autoria, até então não havia indícios da participação dessas pessoas e um possível homicídio, não havia nenhuma prova, até então eram atos caluniosos e agora com o corpo de Carlinhos sendo encontrado, ficou ainda mais evidente que se trata de um crime de calúnia, da forma como o corpo de Carlinhos foi encontrado, as evidências, os indícios, são apontados para a prática de suicídio, a perícia foi acionada, o DPT esteve no local onde o corpo foi encontrado, realizou a perícia removeu os restos mortais do Carlinhos, algumas pessoas foram ouvidas, e estamos aguardando os laudos, para concluir que foi suicídio.” Declarou ela.

O corpo de Carlinhos foi encontrado numa roça de cacau, pertencente a um tio dele, na segunda-feira (2) na região do Riacho Novo, segundo a delegada, a área é muito íngreme e o corpo foi encontrado durante a colheita do cacau, onde os familiares encontraram a sandália e um boné, posteriormente os restos mortais.

Vidal relatou ainda que já identificou suspeitos da confecção e distribuição da carta acusatória.

As expectativa é que os laudos sejam emitidos em menos de 30 dias.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar