Bahia

Jequié: Candidato a vereador é sequestrado, torturado e morto; vítima era da PM

O soldado da Polícia Militar, candidato a vereador de Jequié pelo PT, Jurandy Santos Oliveira, foi sequestrado, torturado e morto em assalto na zona rural do município. A vítima tinha 43 anos e estava em companhia do Superintendente de Assuntos Parlamentares na Assembleia Legislativa da Bahia, o ex-deputado Isaac Cunha, que também foi vítima de agressões. Jurandy retornava de um encontro político na região, dirigindo seu carro, acompanhado pela esposa, filho menor e por Isaac Cunha, quando foi interceptado pelos bandidos. Ao ser identificado como policial, ele recebeu um golpe de faca no braço e passou a ser espancado. O corpo do policial, que foi levado pelos três sequestradores em seu carro, foi encontrado com marcas de violência, cortes provavelmente desferidos por garrafadas na cabeça e golpes de facão, além de perfurações de bala na cabeça e nas costas. Grande número de policiais militares, amigos e familiares de Jurandy se deslocaram para a região onde o crime foi cometido.  O clima é de intensa comoção e revolta. As outras pessoas que se encontravam no local, inclusive o filho da vítima, de 14 anos, sofreram agressões. Informações do site Jequié Repórter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo