BrasilGeral

Jean Wyllys diz que cuspiria novamente em Bolsonaro

O jornalista baiano e ex-deputado federal Jean Wyllys afirmou que cuspiria novamente no presidente Jair Bolsonaro, em alusão ao ato que cometeu em 2016, durante a votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Em entrevista ao UOL, ele disse que paga “um preço altíssimo” pela reação até hoje, mas que não se arrepende e afirma que faria de novo. 

“Claro que faria novamente naquelas circunstâncias. Esse gesto ganha significado maior e é mais compreendido hoje do que naquele momento. Só lembro que cometi esse ato porque tem imagens, entrei em um tipo de transe”, declarou, nesta segunda-feira (30).

Exilado fora do país desde 2019, ele disse que só volta ao Brasil quando Bolsonaro deixar o poder. “Não há segurança para mim ou para minha família”, afirmou ele.

“Embora esteja naufragando, o governo ainda tem uma base radicalizada, então é capaz de fazer muita coisa. Volto quando vencermos de vez essas forças políticas de destruição que emergiram com força em 2018”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo