Cotidiano

Jantar tem ‘barraco’ entre Kátia Abreu e Serra e conversas de Temer

KATIA ABREU E SERRADepois da conversa entre Michel Temer e Dilma Rousseff, na noite desta quarta-feira (09), o vice-presidente foi para uma festa de confraternização de senadores da base e oposição na casa do líder do PMDB, Eunício Oliveira (CE). Segundo reportagem do jornal O Globo, esse foi o final de uma noite cheia de acontecimentos para o peemedebista. Isso porque, na reunião com Dilma, ele presenciou a petista, emocionada, fez um apelo para que não rompesse a relação política entre PT e PMDB.

No entanto, essas não foram as únicas emoções da noite. Um dos momentos mais marcantes da confraternização foi quando a ministra da Agricultura Kátia Abreu e o senador José Serra (PSDB-SP) se tornaram os protagonistas de um “barraco”. De acordo com apuração da reportagem, a peemedebista jogou seu copo de bebida no tucano – tudo por conta de um bate-boca provocado por uma brincadeira mal recebida.

Conversas 

Durante essa reunião, Temer conversou por muito tempo com Kátia Abreu, uma das mais ferrenhas defensoras de Dilma; e também com Fernando Collor (PTB-AL), que discutiu o processo de impeachment que sofreu em 1992.

“Temer ficou surpreso com o apelo dramático que a presidente Dilma fez a ele. Logo ela que é durona e não mostra fraqueza, se emocionou muito”, explicou Kátia, em uma roda de senadores. Porém, ela não deixou claro se Dilma chegou a chorar.

“O vice está deslumbrado e muito embevecido achando que já é o presidente, mas disse que não vai fazer nenhum comentário a respeito. Na conversa ele disse para a presidente Dilma que sua preocupação agora é com o partido que está dividido ao meio. Há em curso um processo paulista, do empresariado e da mídia impulsionando esse seu comportamento de distanciamento da presidente”, disse ainda a ministra Kátia Abreu.

Notícias ao Minuto

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar