Cidades

Janot denuncia Aécio por corrupção passiva e obstrução da Justiça

O senador Aécio Neves foi denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por crimes de corrupção passiva e obstrução da justiça. Janot baseou sua denúnicia nas investigações da Operação Patmos, que acarretou na prisão da irmã e do primo do senador do PSDB.

A investigação foi feita a partir das gravações de Joesley Batista, dono da JBS, que também registrou conversas com o presidente Michel Temer. Marco Aurélio de Mello vai analisar a denúncia no Supremo Tribunal Federal.

Em um dos diálogos, Aécio pede 2 milhões de reais a Joesley para pagar honorários de um advogado que o defendeu na Lava Jato.

Em vídeos publicados nas suas redes sociais, Aécio se defendeu:

“Nessa história, os criminosos não sou eu nem meus familiares. Os criminosos são aqueles que se enriqueceram às custas do dinheiro público e que agora, nesse instante, lá no exterior, zombam dos brasileiros com os inacreditáveis benefícios que obtiveram. Eles, sim, têm que voltar ao Brasil e responder à Justiça pelos muitos crimes que cometeram.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo