Bahia

Incêndio provocado por carregador de celular atinge cômodos de casa e destrói moveis no centro de Santaluz

Apensar do susto, ninguém ficou ferido.

Um incêndio em uma casa na rua Gastão Pedreira Pedreira, no centro de Santaluz, queimou móveis e atingiu cômodos da residência. Segundo testemunhas, o fogo começou no início da manhã desta quarta-feira (8), e foi controlado por um caminhão Pipa. Tudo indica que a causa do incêndio foi problema elétrico em um carregador de celular deixado na tomada. O curto elétrico se alastrou pela fiação da residência. Apesar do susto e do prejuízo material, ninguém se feriu.

CUIDADOS

Carregadores de celular funcionam como um transformador de energia, fazendo com que a corrente seja diminuída ao passar da tomada para o aparelho — os 127 volts da tomada se tornam 5 volts para o celular.

“Qualquer falha que ocorra ali pode fazer com que o carregador transfira, diretamente, a corrente maior, causando choque ou superaquecimento do celular”, explica Edson Martinho, diretor-executivo da Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade).

O oficial Major Ramon, do Corpo de Bombeiros da Bahia explica que, ao colocar o celular para carregar na tomada, o usuário precisa tomar cuidado para não expor o objeto na altura da face ou em algum lugar inflamável (sofás, cortinas e camas, entre outros). Muita gente também maneja os fios de forma inadequada, enrolando ou até mesmo dobrando o material. Isso causa microfissuras na estrutura do capeamento do fio.

PERIGOS NA REDE ELÉTRICA

Além dos cuidados com a escolha e manejamento do carregador, o Major também alerta para a manutenção da rede elétrica em casa. “As vezes a pessoa constrói uma casa e não chama um profissional qualificado para verificar as instalações. Alguns, inclusive, não instalam nem disjuntor”, lembra. Vemvercidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo