Bahia

Ilhéus: Produtores rurais ocupam aeroporto em protesto contra invasões de terra

Cerca de 2500 produtores rurais ocuparam o Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, nesta sexta-feira (10), como protesto contra as invasões de propriedades na região. A manifestação é pacífica e os produtores rurais, acampados em barracas na parte externa do aeroporto, afirmaram que devem permanecer até que os governos estadual e federal se pronunciem. De acordo com os manifestantes, um grupo de homens armados já realizou 18 invasões, nos últimos 20 dias, em pequenas propriedades da região. O delegado federal Alex Cordeiro afirma que o bando é formado com cerca de 50 homens, que alegam que os moradores não tem direito à terra e tem idosos como principal alvo. Segundo o depoimento das vítimas, eles expulsam os proprietários das fazendas, realizam saques e depois de três dias deixam o local em busca de outro ataque. Para o presidente da Associação de Pequenos Agricultores de Ilhéus, Una e Buerarema, Luiz Henrique Uaquim, o conflito ocorre pois a região é ocupada por pequenos proprietários da agricultura familiar, assentados pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e índios, que reivindicam a demarcação de terra para a criação de uma reserva. “O processo está no Ministério da Justiça”, diz Luiz Henrique Uaquim. Os manifestantes exigem que as 18 propriedades invadidas sejam devolvidas imediatamente e que ocorra uma mesa-redonda com representantes da Justiça, Governo e Fundação Nacional do Índio (Funai), para se reconstruir um relatório de demarcação de terras na região. As queixas das invasões foram registradas na Delegacia da Polícia Federal, em Ilhéus, e encaminhadas ao Ministério Público Federal. As informações são do jornal A Tarde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo