Cotidiano

Igreja Católica abre debate sobre padres ‘casados’ na Amazônia

Algumas autoridades católicas estão abertas para ideia de ordenar homens casados na Amazônia, diante da falta de padres ‘solteiros’ na região. Porém essa opção, tem provocado uma divisão na Igreja, no Vaticano, Roma. Com informações da EXAME.

A questão sobre os ‘padres casados’ com idade avançada e comportamento católico irrepreensível, tem sido abordada desde o início dos debates da assembleia especial episcopal dedicada aos problemas da Amazônia. Dos 184 prelados do sínodo, 113 são da região amazônica, principalmente do Brasil (30%).

Na Amazônia, a Igreja Católica está preocupada com o aumento vertiginoso da presença de igrejas evangélicas pentecostais, que contam com ‘pastores casados’.

Mesmo que o debate não se concentre realmente no fim do celibato dos padres, os tradicionalistas católicos estão, no entanto, irados diante do fantasma de uma possível ‘exceção regional’. O mal-estar se dá, em especial, porque uma parte progressista da Igreja alemã também vem defendendo a possibilidade de padres casados.

Bahia.ba

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar