MutuípePolícia

Idoso é preso temporariamente em Mutuípe por suspeita de abuso sexual

Prisão preventiva poderá ser pedida ao fim do inquérito.

O avô de uma criança, da zona rural de Mutuípe, foi preso temporariamente nesta segunda-feira (8), pela equipe de Polícia Civil, comanda por Dr.ª Corina Lopez de Oliveira.

Segundo a delegada, uma denúncia foi feita no mês de outubro e um inquérito policial foi aberto para apurar os fatos.

“Ouvimos os familiares, e fizemos o procedimento e o pedido de prisão temporária por trinta dias, por se tratar de crime hediondo, estupro de vulnerável, foi decretada a prisão temporária, e ontem no final da tarde, fomos cumprir na zona rural, ele se encontra custodiado e vamos continuar as investigações, até fechar todos os fatos e concluir, e se realmente confirmar, conforme está já nos autos a denúncia, nós iremos representar pela prisão preventiva do mesmo”.

A delegada orientou a população, para assim que perceber qualquer sinal de abuso, procurar a delegacia e conselho tutelar: eu oriento que no caso de abuso sexual, estupro propriamente dito, que seja descoberto, encaminhe logo para a delegacia, onde nós vamos lavrar a ocorrência e imediatamente encaminhar essa criança ou esse adolescente, para a perícia em Santo Antônio de Jesus, porquê consegue colher ainda material, para servir como prova, é complicado no final, provar esse tipo de abuso, é um crime que é feito na calada, muitas vezes feito por familiares, é um tio, um primo, até mesmo um irmão, um avô como nesse caso agora, até o próprio pai, é um crime mais familiar.

Lopez recomendou aos responsáveis que evitem deixar os filhos nas mãos de estranhos, “não deixem seus filhos na mão de ninguém estranho, até na mão de familiares acontece, imagine na mão de estranhos, deixar na casa de vizinho, deixar uma pessoa estranha se aproximar, ficar atento para os filhos é o que eu peço.” Finalizou ela.

Devido a lei de abuso de autoridade aprovada no congresso nacional o nome do suspeito não poderá ser divulgado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo