Cotidiano

Idoso de 75 anos é morto na porta de casa no Engenho Velho da Federação

Vítima é pai de um policial.

O aposentado Manuel Santana Santos, 75 anos, foi morto com seis tiros na manhã desta quarta-feira (27) enquanto varria a calçada de casa, localizada no bairro do Engenho Velho da Federação, em Salvador. Segundo a Polícia Militar, o crime aconteceu por volta de 7h30, na Avenida Passos, ao lado da Padaria Líder.

De acordo com a família da vítima, o aposentado era conhecido pelos vizinhos e familiares como um homem agressivo. Ele já teria, ainda de acordo com família, feito várias inimizades no bairro. Segundo o filho, o rodoviário Antônio Ribeiro, 53, em algumas situações, o aposentado ameaçou vizinhos com facas; em outras, as agressões eram verbais.

A vítima morava sozinha no primeiro andar de um sobrado. Por conta do seu mau comportamento, conta o filho, a família foi se afastando aos poucos. “Deixamos de visitá-lo porque ele era muito agressivo e brigava com todos, inclusive com os filhos”, conta Carlos. Apenas duas filhas tinham contato com Manuel – uma filha que mora no térreo do sobrado e uma outra que reside a três quadras do local do crime.

A vítima, segundo a família, era dependente de álcool e passou a beber mais depois da morte da mulher há três anos. Durante esse período, as confusões se tornaram mais recorrentes. “Antes, quando a mulher dele era viva, as pessoas deixavam pra lá porque ela muito respeitada. Depois, passaram a não tolerar”, disse Dilma dos Santos, 49, nora do aposentado.

Os familiares confirmaram a informação de que a vítima tinha um filho policial, mas, para eles, o crime não tem relação com o fato. “Ele já nem visitava o pai e não morava lá há muito tempo”, afirma o filho que não soube informar onde o irmão é lotado.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável pela investigação, informou que recebeu a solicitação para apurar o caso por volta das 8h30. Os policiais encontraram um cartucho e um estojo de pistola 9 milímetros no local. A autoria e a motivação do crime ainda estão sendo investigadas.

Segundo o Departamento de Polícia Técnica (DPT), até às 16h30 desta quinta (28) o corpo de Manuel aguardava pela família no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR), no bairro dos Barris. Correio24h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo