Cotidiano

Idosa mata namorado de 22 anos porque ele não queria casar

RTEmagicC_2set2015---a-idosa-odete-alves-cerqueira-pereira-60-confessou-ter-mandado-matar-o-namorado-paulo-gerson-benicio-da-silva-1441213591034_615x470.jpgOdete Alves Cerqueira Pereira, 60, confessou ter mandado matar o namorado, Paulo Gerson Benício da Silva, 22, em Goiás. De acordo com a Polícia Civil do estado, o crime se deu porque a vítima se recusou a se casar com Odete, além de traí-la com mulheres mais novas.
Odete disse à polícia que contratou um casal para matar o namorado em troca de R$ 300 e um aparelho celular pelo serviço. Segundo informações do ‘Uol’, o rapaz aplicou um golpe na vítima, que tinha acabado de chegar do trabalho, e depois o asfixiou com um lençol.
Veja também
Leandro Guerrilha elogia prefeitura e governo estadual, mas cobra verba federal
Luan Santana dá selinho em Ludmilla nos bastidores do Prêmio Multishow
Brasil conhece datas dos primeiros jogos das Eliminatórias
“A menor, Odete e Júnior colocaram o corpo de Silva num carro e o jogaram num matagal na zona rural de Luziânia, onde teriam ateado fogo no corpo. Alguns dias depois, Odete chegou a registrar um boletim de ocorrência, na delegacia, para noticiar um suposto desaparecimento do companheiro”, disse o delegado Eduardo Gomes à publicação. “Ele não queria assumir o relacionamento perante aos amigos e familiares e supostamente estava tendo casos com meninas mais novas. Odete teria dito a ele que, se ele não fosse dela, não seria de mais ninguém”, conclui o delegado. (Ibahia)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo