Sem categoria

HRSAJ promove Palestra sobre Paternidade Responsável para acompanhantes

O Hospital Regional de Santo Antonio de Jesus, através da equipe do Serviço Social promoveu na semana de comemoração ao Dia dos Pais, uma palestra para acompanhantes com o tema: Paternidade Responsável.
A palestra ministrada pela assistente social Elizângela Pereira tratou bem a questão do indivíduo que gerou acriança assumir com todas as suas responsabilidades de pai, suprindo as necessidades vitais e acima de tudo proporcionando à criança um ambiente de afeto e amor.
“Paternidade Responsável é quando o indivíduo que gerou a criança assume todas as suas responsabilidades de pai. O pai tem uma função fundamental, que é a de socializar a criança, de educá-la dentro dos princípios dos direitos e dos deveres”, informou.
Segundo a coordenadora do Serviço Social da Unidade, Fernanda Macedo, nas principais datas comemorativas a Unidade Hospitalar promove ações voltadas para as datas e o Dia dos Pais é um momento para mostrar a importância da família.
“Planejar uma família significa proporcionar a seus membros um futuro com educação, saúde, alimentação, moradia e, sobretudo, afeto. São condições mínimas e dignas a que todo ser humano tem direito; famílias planejadas são sinônimos de bem estar coletivo, de uma sociedade mais equilibrada e justa”.
O acompanhante Luciano Santos agradeceu a palestra parabenizando a equipe do hospital pela oportunidade.
“Agradeço o convite da equipe do Serviço Social porque apesar de não ser pai, eu tenho um pai maravilhoso que soube me dar amor e atenção quando eu mais precisei, e esta palestra me mostrou o quanto é importante dar carinho e atenção; com certeza quando eu for pai serei um pai presente”, destacou o acompanhante.
O Brasil tem uma legislação específica sobre a paternidade responsável e o planejamento familiar – lei 9.263/96, que dá direito a todo cidadão brasileiro a todos os métodos cientificamente aceitos de concepção e contracepção que no dia 12 de janeiro de 2007 completou onze anos de vigência. Mesmo que ainda desconhecida do grande público ela representa um grande passo na caminhada brasileira rumo à paternidade responsável. A próxima tarefa será fazer essa lei conhecida do grande público, para depois torná-la realidade nos postos de saúde situados nas vilas populares das cidades desse país.

Andréa Sued – DRT 2055
Assessora de Comunicação HRSAJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo