MutuípeSlide

Hospital de Mutuípe emite nota sobre liberação de corpo para sepultamento sem passagem pelo IML

Hospital argumentou ter atendido pedido da família.

O Hospital e Maternidade Clélia Rebouças emitiu nota de esclarecimento a respeito do jovem que faleceu na tarde de ontem, após dar entrada na unidade e ter o corpo liberado para velório sem destinação ao Departamento de Polícia Técnica.

Paciente, 24 anos, sexo masculino, foi conduzido pela unidade básica do SAMU, às 12:45 horas, no dia 23/11/21, para o Hospital Maternidade Clélia Rebouças, cuja avaliação do mesmo apresentava rebaixamento de consciência, pressão arterial inaudível, dispneia e baixa saturação. Foram prestados cuidados emergenciais e instalado oxigênio. Após percebido a gravidade do paciente, foi solicitada uma unidade de suporte avançado (USA) do SAMU para transferir o paciente para unidade de referência. Após a chegada da USA, o paciente entrou em parada cadiorrespiratória às 15:21 horas e após 30 min de manobra de reanimação, foi constatado o óbito do paciente, às 15:53 horas. À pedido da família da vítima, por não querer que o corpo fosse para o IML, o médico plantonista emitiu a declaração de óbito, todavia horas depois, após a emissão do referido documento, a delegada do município compareceu à unidade informando que, devido a protocolos, o corpo deveria ser transferido para o IML, por se tratar de um acidente grave. A referida autoridade, então, foi comunicada de que o corpo já não se encontrava mais na unidade, mas sim na funerária.

Luciana Freitas

Diretor HMCR.

O velório foi interrompido no início da noite, após a delegada Dr.ª Corina Lopez de Oliveira ir até o local e manter diálogo com os familiares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo