GeralSaúde

Homem sem pênis receberá órgão sexual feito do seu próprio braço

HOMEM SEM PENISPode ser um pequeno passo para a humanidade, mas para o britânico Andrew Wardle, que será o primeiro homem do mundo a receber um pênis completamente construído, esta cirurgia será um passo definitivo para alcançar a sua masculinidade. O segurança da cidade de Stalybridge, de 39 anos, nasceu sem o órgão sexual e com a bexiga do lado de fora do corpo, numa condição conhecida como “bexiga ectópica”. “Eu achei que esse dia nunca chegaria e ainda é difícil acreditar que finalmente será possível para mim ter um pênis”, declarou ele à imprensa, “Se a operação for um sucesso, finalmente conseguirei viver como um homem normal”. De acordo com o Jornal Extra, a cirurgia será realizada em três partes: primeiro será retirado um pedaço do antebraço de Andrew, com uma grande quantidade de pele, vasos sanguíneos e nervos. Depois o material será enrolado ao redor de um tubo e implantado nele. Por fim, será colocada uma bomba para que ele possa urinar e praticar sexo.

Andrew nasceu com os testículos e fez uma cirurgia para recolocar a bexiga no local certo, mas já enfrentou inúmeros problemas até decidir procurar uma solução para o problema. Ele alega que já levou mais de 100 mulheres para a cama, mas para poucas ele revelou o segredo. Para tal, o segurança utilizava drogas como o ecstasy e o LSD: “Tomando drogas eu tinha a desculpa perfeita. Eu conseguia levar as garotas para a cama, mas dizia para elas que eu só poderia chegar até um certo ponto, pois as drogas me impediam de ter uma ereção”, revela.

Apesar da condição, Andrew acredita que possuía uma vantagem ante aos outros homens, porque conseguia oferecer às mulheres algo que a maioria delas não conseguia ter: Eu tinha charme e lábia porque não era tudo sobre sexo”, afirma, “O fato de eu não estar querendo apenas levá-las para a cama me deixava mais atraente para as mulheres”.

O interesse para além do ato sexual, contudo, não conseguiu prender sua primeira namorada, aos 17 anos, que o abandonou após quatro anos de relacionamento para “experimentar coisas que ele não poderia proporcionar”. Além disso, Andrew quase foi entregue para adoção por sua mãe, que tinha 17 anos quando ele nasceu; ele também sofreu problemas nos rins e infecções quando era criança e precisou ser submetido há 15 cirurgias.

O problema se intensificou há dois anos, quando o segurança decidiu se matar e tomou uma overdose de medicamentos. Andrew sobreviveu e compartilhou sua angústia com a irmã, que o convenceu a procurar ajuda médica. Indicado a um especialista da University College London, Andrew finalmente recebeu uma resposta positiva e irá, finalmente, resolver o problema anatômico que o acompanha desde o nascimento. Com informações do Daily Mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo