Cotidiano

Homem dado como morto por três médicos “ressuscita” pouco antes de autópsia

Dado como morto por três especialistas diferentes, o homem que cumpria pena por roubo voltou à vida a caminho do necrotério.

Um detento do Centro Penitenciário de Villabona, em Austurias, na Espanha, protagonizou um caso muito curioso neste domingo (7). Isso porque o homem, de 29 anos, foi dado como morto por três médicos diferentes, mas “ressuscitou” algumas horas depois.

De acordo com o El País , o preso – cujo nome não foi divulgado – cumpria pena de dois anos por roubos quando foi encontrado por um carcereiro, aparentemente morto em sua cela. Logo, os dois médicos da penitenciária confirmaram a ausência de sinais vitais, e assim, a polícia foi acionada para investigar o incidente.

Uma hora depois, uma médica forense e a polícia chegaram na prisão para analisar a situação. A especialista concordou com a análise dos dois primeiros médicos, emitiu um laudo e determinou que o corpo fosse transferido para o necrotério de Oviedo.

E foi durante o trajeto que o detento apresentou sinais vitais: ele começou a se mexer e até mesmo a roncar. Chocadas, as autoridades, então, o transferiram para o Hospital Universitário de Asturias, onde ele se recupera e apresenta estado de saúde estável.

Ainda não se sabe o que causou a ” morte temporária” do detento, que está sendo investigada pelo judiciário local. O centro médico ainda não se pronunciou sobre o caso. IG

 

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar