Polícia

Hiago foi queimado vivo e implorou para não ser morto, polícia não descarta mais envolvidos no crime

Hiago esfaqueado e pediu para não ser morto, polícia suspeita de mais pessoas envolvidas.

A Polícia Civil apresentou detalhes das investigações da morte do estudante de odontologia e motorista de aplicativo em Vitória da Conquista.

Durante coletiva de imprensa, o delegado Marcus Vinícius, revelou que um dos suspeitos de matar Hiago Evangelista era amigo no Facebook, o Rodrigo Porto Oliveira, de 22 anos, conhecido como “Playboy, integra uma facção criminosa de nome não revelado para não prejudicar as investigações.

Hiago não resistiu ao assalto e segundo os próprios suspeitos, pedia para não ser morto.

O delegado ainda revelou que no momento em que os criminosas atearam fogo na vítima ele agonizava devido as facadas e com o corpo em chamas chegou a levantar e correr.

Rodrigo Porto Oliveira, de 22 anos, conhecido como “Playboy”, e Alexandre Cruz Brito, conhecido como Xande, de 21 anos, foram levados ao fórum da cidade nesta tarde para participarem da audiência de custódia.

A polícia tenta transformar a prisão temporária em preventiva.

A participação de mais pessoas no crime está sendo investigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar