Cotidiano

Hamas acusa golfinho de espionar para Israel

golfinhoUma unidade naval do Hamas capturou um golfinho suspeita de espionar para Israel, de acordo com um relatório publicado no jornal palestino Al Quds na quarta-feira, 19/8. O relatório afirma que os mergulhadores do comando naval da brigada militar Izz ad-Din al-Qassam do Hamas capturaram um golfinho transportando equipamento de vigilância há várias semanas.

O golfinho estava se comportando de forma suspeita, de acordo com a unidade naval do Hamas, e foi trazido para a costa de Gaza para ser examinado. O relatório Al Quds afirmou ainda que os peritos militares do Hamas estão agora testando o dispositivo que foi anexado ao golfinho e descobriram que ele pode disparar flechas. Isso prova, de acordo com o Hamas, que Israel quer atacar a unidade naval Hamas e espionar suas operações navais.

Veja mais

Caminhoneiro passa mal e morre ao lado de carreta que conduzia em Jaguaquara

Ministério da Fazenda confirma antecipação do 13º dos aposentados

Coreia do Norte diz que está pronta para ‘guerra declarada’ contra Sul

O Hamas lançou um aviso aos seus membros para que sejam cautelosos quanto a novos encontros com golfinhos. Não é a primeira vez que uma organização terrorista acusou um animal de espionar para Israel. Em 2013, o Hezbollah acusou uma águia israelense de cometer espionagem. A Al-Manar, TV filiada ao Hezbollah, alegou que a águia era um dos muitos pássaros enviados por Israel para espionar e recolher informações através de transmissores GPS em todo o Oriente Médio.

Em 2011, a Arábia Saudita apreendeu um abutre, acusando-o de ser um espião israelense por causa de um dispositivo GPS com a etiqueta suspeita “Universidade de Tel Aviv” em sua perna. O urubu foi finalmente libertado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo