Cotidiano

Hackers conseguem invadir urnas eletrônicas em Teste Público de Segurança

Como de costume, em toda eleição o TSE – Tribunal Superior Eleitoral- convidou especialistas a tentar invadir as urnas eletrônicas, usadas para registrar o voto. No teste realizado na sexta-feira (1) os participantes conseguiram driblar alguns itens de segurança e alguns arquivos internos da urna eletrônica foram invadidos.

Segundo o coordenador de sistemas eleitorais do TSE José de Melo Cruz os invasores conseguiram acessar os registros das urnas, mas ao tentar alterar o conteúdo, não tiveram sucesso: “tiveram acesso ao ‘log’, que é aquele sistema que vai monitorando a urna e escrevendo tudo que acontece na urna eletrônica, como a caixa preta de um avião, que vai registrando todos os dados do voo. E conseguiram acesso ao RDV, que é o registro digital do voto, mas não de alterar o RDV, mas sim de observá-lo”.

O coordenador ressaltou ainda que a identidade dos eleitores também não foi acessada: “não tiveram acesso à ordem de votação e todos os votos dados naquela urna. Não conseguiram identificar os votos de todos os presentes. É possível do último voto”.

Segundo O TSE as falhas foram oriundas de uma atualização de sistema e serão corrigidas. O resultado completo do teste deve ser divulgado no dia 12 de dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar