Cotidiano

Acredite ou não, a infância influencia significativamente a vida adulta e a saúde

Hábitos podem ter impactos por toda a vida

Comportamentos aparentemente inofensivos, como colocar o dedo no nariz, dormir com a luz acesa ou roer as unhas, podem ter repercussões importantes anos depois. Descubra quais hábitos infantis podem estar te afetando hoje.

1. Mochila pesada: Se você carregava mochilas pesadas quando criança, isso pode explicar suas dores nas costas na vida adulta. Um estudo de 2004 mostrou que adultos com dor crônica nas costas frequentemente relataram problemas com mochilas na infância.

2. Dormir com a luz acesa: Crianças com medo do escuro podem preferir dormir com a luz acesa. Um estudo de 2018 indicou que adultos que mantêm esse hábito têm maior risco de depressão.

Cutucar o nariz é habito da infância ligado a presença de bactéria
Cutucar o nariz pode proporcional doenças — Foto: GETTY IMAGES

3. Colocar o dedo no nariz: Em 2006, pesquisadores descobriram que pessoas que colocam o dedo no nariz têm 51% mais chance de portar a bactéria S. aureus, que habita a cavidade nasal.

4. Assistir muita televisão: Um estudo publicado na revista Cerebral Cortex revelou que crianças que assistem muita televisão têm pontuações mais baixas de QI verbal. Além disso, o tempo excessivo de tela pode causar problemas de atenção na adolescência.

5. Beber bebidas açucaradas: Consumir muitos sucos de frutas, refrigerantes ou outras bebidas doces pode levar a problemas de saúde bucal e ganho de peso.

 hábitos da infância que fazem mal
Chupar dedo é um dos hábitos da infância com reflexos na vida adulta. — Foto: Escolasdobem.

6. Chupar o dedo: Chupar o dedo pode afetar o alinhamento dos dentes e o céu da boca, causando problemas a longo prazo.

7. Roer as unhas: Esse hábito pode danificar os dentes, o tecido ao redor das unhas e até causar infecções na pele.

Hábitos da infância
Roer unhas evidencia estresse e ansiedade — Foto: Escola Kids

8. Sedentarismo infantil: Crianças sedentárias tendem a manter níveis baixos de atividade física na vida adulta, afetando sua saúde geral.

9. Bullying: Uma pesquisa de 2013 mostrou que o bullying na infância pode afetar a saúde mental na vida adulta.

10. Tarefas domésticas: Segundo Julie Lythcott-Haims, autora de Como Criar um Adulto, crianças que fazem tarefas domésticas são mais propensas a se tornarem adultos independentes, empáticos e colaborativos.

11. Prender a respiração: Crianças que prendem a respiração quando frustradas podem causar problemas de saúde, como desmaios ou outros problemas a longo prazo.

12. Uso prolongado de chupeta: O uso excessivo de chupeta pode levar a problemas dentários e dificuldades no desenvolvimento da fala e da linguagem.

13. Exposição ao chumbo: Brinquedos contendo chumbo podem causar intoxicação, afetando a saúde da criança a curto e longo prazo.

14. Exposição ao sol: A exposição excessiva ao sol na infância aumenta o risco de cânceres de pele, como carcinoma espinocelular e basocelular.

15. Falta de habilidades culinárias: Crianças que não aprendem a cozinhar podem depender mais de fast food, afetando sua saúde na vida adulta.

16. Obesidade infantil: Crianças com sobrepeso têm maior probabilidade de se tornarem adultos obesos, com riscos aumentados de doenças cardíacas, pressão alta e diabetes tipo 2.

17. Tentativa de ser “cool”: Um estudo de 2011 indicou que adolescentes que se esforçam para parecerem “cool” têm mais chances de desenvolver problemas com álcool e drogas.

18. Influência materna na saúde bucal: A saúde bucal materna influencia a dos filhos, com mães que têm má higiene bucal propensas a ter filhos com os mesmos problemas.

19. Ingestão de pasta de dente: Engolir pasta de dente pode causar dores de estômago e, em excesso, problemas mais graves, como redução dos níveis de magnésio e cálcio no corpo.

20. Falta de sono: A falta de sono na infância pode levar a depressão e ansiedade na vida adulta, conforme estudo de 2016.

21. Exposição ao ar poluído: Crianças expostas a poluição têm maior risco de crescimento reduzido, segundo a American Lung Association.

22. Pais fumantes: Um estudo de 2005 concluiu que filhos de pais fumantes têm o dobro de chances de começar a fumar entre os 13 e 21 anos.

Hábito de morder a caneta
Mulher mordendo caneta. Foto: Reprodução da Internet

23. Mastigar tampas de caneta: Esse hábito pode ser uma forma de aliviar ansiedade, mas também pode danificar os dentes.

24. Uso excessivo de redes sociais: O uso excessivo das redes sociais pode prejudicar a saúde mental, diminuindo a confiança e causando infelicidade.

25. Cheirar canetinhas: Cheirar marcadores pode causar complicações cardíacas e perda de células cerebrais.

26. Relação ruim com a comida: Pais obcecados por regular a alimentação podem influenciar negativamente a relação dos filhos com a comida.

27. Adversidade na infância: O estresse tóxico na infância pode levar a problemas de saúde graves na vida adulta, como doenças cardíacas, câncer, alcoolismo e depressão.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios