Cotidiano

Guedes agradece Bolsonaro: “Quando estou morrendo afogado, ele aparece”

O ministro da Economia, Paulo Guedes, agradeceu nesta segunda-feira (25) a confiança do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no seu trabalho. “É sempre assim. Quando eu estou morrendo afogado, ele aparece, renova a confiança e nós continuamos nessa aliança de conversadores e liberais por um futuro melhor para o nosso país”.

Guedes e Bolsonaro têm aparecido juntos publicamente após rumores de demissão do ministro. No domingo (24), ao lado do economista, o presidente disse que vai “sair junto” com ele.

O ministro da Economia abriu mão de regras fiscais ao chancelar o drible ao teto de gastos para bancar o novo programa social do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), afundou ainda mais as perspectivas da reforma do IR (Imposto de Renda), causou contrariedade no mercado e viu mais uma debandada na equipe.

Desde que assumiu o cargo, ao menos 16 auxiliares diretos de Guedes debandaram do núcleo fiscal do Ministério da Economia nos últimos dias diante de discordâncias com as decisões do governo.

O ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos-BA), criticou a saída de parte da equipe econômica do governo após a divulgação do valor de R$ 400 do Auxílio Brasil. Em entrevista ao Blog da Sadi, no G1, ele disse que os detalhes não eram novidade para os assessores de Paulo Guedes.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo