Sem categoria

Greve dos professores: Comando propõe manter movimento até audiência com MP

O papel de mediação do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) deve ser decisivo para colocar um ponto final na greve dos professores da rede estadual de ensino, que completa três meses nesta terça-feira (10). A promotoria foi requisitada pelas duas partes – governo do Estado e docentes em greve – para intermediar o conflito e a data de uma audiência deve ser anunciada ainda nesta terça. Até o encontro, a proposta do comando de greve para a assembleia desta manhã, no estacionamento da Secretaria de Educação do Estado (SEC), é manter o movimento. “A verdade é que nós estamos buscando uma saída, o MP vai nos dar uma resposta hoje e a nossa expectativa é negociar. Por enquanto a greve continua, mas a categoria vai ficar em alerta quanto a uma resposta do Ministério Público”, explica a diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), Marilene Betros, em entrevista ao Bahia Notícias. As novidades sobre o aguardado fim da paralisação, no entanto, só devem surgir após uma nova assembleia, convocada depois da audiência no MP. “Tudo que for discutido na audiência terá que ser levado para a assembleia para que os professores tomem a decisão”, diz Marilene. O comando do movimento negou ainda qualquer intenção de encerrar a greve e partir para uma campanha contra os candidatos apoiados pelo governador Jaques Wagner, como havia sido divulgado nesta segunda (9).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo