BrasilGeral

Gravação de oligarca russo reforça tese de que Putin está com câncer terminal

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, está com um câncer terminal, disse um oligarca russo ligado ao Kremlin. A fala consta em uma gravação sigilosa obtida pela revista norte-americana New Lines, especializada em assuntos internacionais.

“Todos esperamos que Putin morra de câncer ou de alguma intervenção interna em Moscou, para poupar a Rússia de mais infortúnios”, disse o oligarca russo, não identificado pela revista. O homem foi gravado sem saber.

Publicada em 12 de maio, a reportagem ressalta que o oligarca russo tem relações estreitas com o Kremlin. O homem afirma que Putin tem um câncer terminal, o que justificaria a grande quantidade de médicos ao seu redor.

As sondagens sobre uma possível doença grave existem há anos. Com a invasão da Ucrânia, essa tese aumentou e ganhou ainda mais repercussão na internet e nos meios de comunicação. Putin teria um câncer no sangue.

Em abril, o jornalista Roman Badanin, do site russo Proekt e refugiado nos Estados Unidos, informou que Putin chamou o grupo de médicos há sete anos. Desde o início, esses profissionais cuidam do presidente da Rússia.

Revista Oeste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo