Slide

Governo estuda medidas para restringir compras em sites internacionais

CARTAO DE CREDITO - INTERNACIONALO governo do presidente interino Michel Temer (PMDB) quer restringir as compras em sites internacionais e prepara medidas para isso.
A ideia, de acordo com a coluna Painel, da Folha, é enterrar a regra, taxando todo tipo de remessa, ou adotar um valor simbólico para a isenção.
A proposta foi discutida pelos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e da Indústria, Marcos Pereira, nesta quinta-feira (28). Atualmente, as compras em sites como o chinês Alibaba e o americano Amazon não sofrem impacto tributário se forem de até US$ 50.
Leia mais
Lázaro Ramos não esquece origem humilde no Bairro da Federação em Salvador
Ataque a tiros deixa um padre morto e um refém ferido na França
Mulher de Lula cobra R$ 300 mil da Bancoop e da OAS por apartamento no Guarujá
Galã nos anos 2000, Erik Marmo é apresentador fora do Brasil
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo