Cotidiano

Governo do Rio diz que vacinação contra Covid-19 no estado começa ainda este mês

Em coletiva de imprensa neste domingo (3), o secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, garantiu que a vacinação na cidade começa ainda no mês de janeiro.  As datas serão divulgadas junto ao Plano de Imunização Nacional.

O Governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), e o prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes (DEM), se reuniram na manhã deste domingo (3), para discutir o plano de vacinação contra a Covid-19 do estado.

No entanto, Soranz destacou que a Prefeitura vai seguir o Plano Nacional de Imunização (PNI): “Em relação ao calendário, começamos a vacinar no mês de janeiro, isso já está certo. Agora, quando serão as datas exatas de cada fase de imunização, isso será divulgado pelo pelo PNI, pelo ministro Eduardo Pazuello”.

O Prefeito Eduardo Paes disse que os detalhes serão anunciados pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (4).

“Amanhã o ministro Pazuello vai anunciar as datas. Ouvi dizer que seria no dia 20 de janeiro, um presente para a cidade do Rio de Janeiro, já que é Dia de São Sebastião. O Estado e a cidade vão seguir o PNI”, ressaltou.

O encontro aconteceu na sede do Governo Municipal e contou com a presença, também, dos secretários de saúde tanto do município, quanto do estado: Daniel Soranz e Carlos Alberto Chaves respectivamente.

Segundo planejamento divulgado hoje, a vacinação deve chegar a 2,6 milhões de cariocas. A primeira etapa de vacinação será dividida em quatro fases, começando pelos trabalhadores da área da saúde, pessoas com 75 anos ou mais, idosos em asilos, indígenas e quilombolas.

Na cidade do Rio, a ideia é ter 450 pontos de vacinação, a maioria será nas Clínicas da Família.

Entre as outras medidas defendidas pelo secretário de Saúde do município, está a desburocratização da testagem para COVID-19 na cidade.

A Prefeitura promete a disponibilização de 450 mil testes ainda no primeiro trimestre de 2021. Os secretários também querem a regulação única da fila de leitos para a COVID-19 na rede SUS.

Nos dois primeiros dias de governo, Paes anunciou a abertura de mais 343 leitos para o enfrentamento do novo coronavírus; 30 foram abertos no último sábado (2), no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, que fica na zona Norte do Rio e é referência no tratamento da Covid-19 e mais 50 serão reabertos nesta mesma instituição.

No Hospital Souza Aguiar, que fica no centro, serão reativados 30 leitos. Outros 23 serão abertos no Municipal Salgado Filho, 60 no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho e mais 50 em parceria com a rede privada. Também foi divulgado o remanejamento de 70 leitos que ainda estão ativos no hospital de campanha que funcionava no Rio-Centro, zona oeste do Rio.

Participaram da reunião o Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, o Governador interino do Estado, Cláudio Castro, os secretários de Saúde do Estado e do município, Carlos Alberto Chaves e Daniel Soranz, e o representante do Ministério da Saúde no Rio, George Divério.

CNN Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo