Política

Governo corta 30% dos gastos, mas mantém "luxos" no 7 de Setembro

DILMA - 7 DE SETEMBROEm um ano marcado pela crise econômica, o governo vai gastar 30% a menos com o desfile de 7 de Setembro em Brasília em relação ao evento de 2014. As despesas com a estrutura do evento saíram de R$ 1,1 milhão para R$ 830 mil. O governo nega que a redução tenha relação com a crise. Mesmo com a diminuição nos gastos, os convidados “VIPs” terão acesso a uma tribuna especial com direito a bolos, biscoitos, frutas, sucos variados e servidos em “louças adequadas”.

A estrutura física contratada para a realização do desfile deste ano é igual à de 2014. Serão cinco tribunas com capacidade total para 1,1 mil pessoas sentadas, tablados para portadores de necessidades especiais, arquibancadas para 22 mil pessoas e estrutura para a transmissão do evento. De acordo com a SIP (Secretaria de Imprensa da Presidência da República), a redução nos custos da estrutura do evento não foi resultado de cortes orçamentários. Segundo o órgão, a diminuição no preço foi resultado das ofertas feitas pelas empresas que participaram do pregão eletrônico feito pelo governo.

Veja mais

Leandro Guerrilha elogia prefeitura e governo estadual, mas cobra verba federal

Planserv confirma que vai adiar pagamento de faturas; medida ocorre para permitir auditoria

Homem de 95 anos com aparência de 50 chama atenção na web

Neste ano, os preços oferecidos teriam sido menores que as ofertas de 2014. Mesmo com a redução nos custos da cerimônia, alguns “luxos” de anos anteriores poderão ser vistos neste ano. Nas tribunas de honra haverá assentos acolchoados, refrigeradores com vaporizadores de água, Brasília enfrenta uma semana marcada pela baixa umidade relativa do ar, e banheiros químicos classificados pelo edital do pregão eletrônico como “tipo luxo”, com direito a pia, porta papel-toalha e porta-gel (para a higienização das mãos). Para o público das arquibancadas, também haverá banheiros químicos, mas de um modelo mais simples. O contrato feito pelo governo prevê ainda um serviço de “coffee break” para 200 dos 1,1 mil convidados.

Para esse grupo selecionado haverá “salgados, bolos, folhados, biscoitos e frutas fatiadas”, assim como “café, água, sucos naturais e refrigerantes”, servidos em “louças adequadas” com guardanapos e o serviço de garçons. Os convidados e o público presente às arquibancadas irão assistir a um desfile com a presença de militares das Forças Armadas, a tradicional “pirâmide humana” sobre motocicleta e uma exibição da Esquadrilha da Fumaça, que não esteve presente em 2014. Se o contingenciamento não afetou a estrutura do desfile, ele parece ter atingido em cheio a divulgação do evento. Segundo a secretaria, “com o contingenciamento de recursos, não há indicativo de divulgação” de material relativo ao desfile em veículos de imprensa. O mesmo já havia ocorrido em 2014, mas no ano passado, a ausência de divulgação ocorreu por conta do período eleitoral, em que esse tipo de propaganda não é permitido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo