Cotidiano

Governador defende fechamento do Odorico e critica tentativa de ocupação

O governador Rui Costa (PT) reagiu às críticas de aliados que se posicionaram publicamente contra o fechamento do Colégio Odorico Tavares, em Salvador. Ao defender sua decisão, ele afirmou respeitar opiniões divergentes, mas disse que equipamentos de qualidade devem estar “onde o povo mora”.

“Essa é uma questão que gerou muito mais polêmica do que eu esperava. E, toda vez que um tema gera polêmica, sempre me coloco ao lado da minha origem social. Eu sempre me coloco ao lado dos pobres. Eu nasci, vou repetir, numa favela da Liberdade. Muita gente tem a concepção de que uma escola boa, com teatro, quadra coberta, campo society, com piscina, só pode ter em bairro de rico, em bairro de bacana. Eu penso diferente. Eu penso que equipamentos de qualidade podem e devem estar onde o povo mora. É essa minha concepção”, afirmou Rui Costa.

As declarações foram dadas nesta segunda-feira (27), em entrevista à rádio Metrópole, quando falou pela primeira sobre o assunto.

Na ocasião, o governador também criticou a tentativa de ocupação da unidade, entre a tarde da última terça (21) e madrugada de quarta-feira (22). Segundo ele, nenhuma das pessoas que estiverem no local é ou foi aluno do colégio.

“Minha sensibilidade maior é com quem estudou, com que tem uma relação afetiva, de memória, do tempo que estudou lá, da sua própria história de vida. Agora, com aqueles que nunca estudaram lá, como essas 20 pessoas que ocuparam o colégio… Nenhum deles estudou lá, nem estuda”, disse Rui Costa.

O governador também voltou a mencionar não existir demanda suficiente para manter as atividades naquela unidade.

“Com a saída do terceiro ano, ficaram apenas 140 alunos lá. Então não posso ter um prédio que tinha a capacidade de abrigar três mil alunos apenas com 140 alunos, e o povo bancando esse custo. Ali nem escola particular tem, porque não tem demanda pra isso”, disse.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar